Lastreado por um patamar de excelência, o HES-Unicamp segue parâmetros internacionais de qualidade, como o estabelecido pela certificação de Acreditação Nível 3 da ONA conquistada em 2006 e pela Acreditação Canadense conquistada em 2012. O Canadian Council on Health Services é uma das mais renomadas empresas de acreditação do mundo.

Os objetivos eram ousados e no ano de 2016, foi a vez da conquista do certificado da Accreditation Canada International (ACI) com o nível Diamante da metodologia Qmentum. O HES-Unicamp foi o primeiro hospital do interior do país a conquistar o selo Diamante.

A proposta de incorporar uma certificação inédita para a área da Saúde da Unicamp começou logo após sua inauguração. O primeiro resultado se materializou em 2002, com um título inédito: a Acreditação Hospitalar Nível 1. A primeira entre os hospitais públicos do Estado de São Paulo e a segunda entre hospitais públicos do país.

Aos poucos, a proposta de Acreditação Hospitalar adquiriu forma mais complexa e em 2003, o HES-Unicamp foi o primeiro hospital público do Brasil a conquistar o Certificado de Acreditação Hospitalar Nível 2.

No ano de 2004, o HES-Unicamp recebeu o título de Hospital Amigo da Criança (IHAC), concedido pelo Ministério da Saúde e Unicef. O título é uma chancela para o atendimento de alta qualidade à gestante e ao recém-nascido. Em 2015 houve a recertificação.

Em julho de 2006, a consagração final da ONA. A conquista da Acreditação Hospitalar Nível 3, a mais alta no padrão da certificação. Na época, foi considerado um dos três melhores hospitais públicos do país. Tratava-se de um fato inédito para um hospital público de ensino, já que apenas oito hospitais no Brasil, cinco privados – no estado de São Paulo apenas o Hospital Oswaldo Cruz – possuíam essa acreditação.

Somando-se aos esforços de qualidade no escopo da Acreditação Hospitalar, em 2009 a diretoria do HES-Unicamp decidiu pela adesão ao Programa de Acreditação Internacional – Accreditation Canada. Um pré-requisito que a unidade da Unicamp já havia cumprido era a obtenção do certificado da Organização Nacional de Acreditação (ONA) em nível máximo (3), conquistada em 2006.

Foram dois anos de adequações antes da criteriosa auditoria do comitê do CCHSA, em 2012, chancelar o HES-Unicamp, que foi o primeiro do interior do país a conquistar a acreditação. A Acreditação Canadense, válida por três anos, é focada em ações para integralidade do cuidado ao paciente, estabelecendo rotinas e protocolos mais rigorosos que garantem ao usuário medidas seguras a cada intervenção, desde a sua entrada até a alta hospitalar. A recertificação ocorreu em 2015.

Já a metodologia Qmentum é uma atualização da metodologia Canadian Council for Health Services Accreditation (CCHSA), conquistada pelo HES-Unicamp em 2012. A ACI nível Diamante – a mais elevada na categoria – monitora padrões de desempenho nas áreas de qualidade da assistência e segurança do paciente definidos mundialmente para instituições de saúde.

Saiba mais em notícias:

ONA Nível 3 http://web1.hes.unicamp.br/index.php/hospital-estadual-sumare-e-um-dos-tres-melhores-hospitais-publicos-do-pais/

Acreditação Canadense http://web1.hes.unicamp.br/index.php/hes-recebe-acreditacao-internacional-canadense/

Acreditação Canadense Qmentum Diamante – http://web1.hes.unicamp.br/index.php/hes-unicamp-e-o-primeiro-do-interior-do-brasil-a-conquistar-a-aci-nivel-diamante/